Sistema ERP: o que é, como funciona e por que é essencial?

Modernizar rotinas de controle e gestão, melhorar o aproveitamento de dados e informações do negócio e automatizar processos. Essas são algumas das muitas vantagens experimentadas por empresas que utilizam um sistema ERP em suas atividades.

Esses sistemas têm se tornando cada vez mais comuns em ambientes corporativos, se mostrando altamente versáteis e úteis para os mais diversos tipos de negócios.

Quer saber o que de fato é um ERP, como ele funciona e por que é tão importante para as empresas? Confira o post de hoje e tenha todas essas informações!

O que é um Sistema ERP?

Partindo do princípio: a sigla ERP significa Enterprise Resource Planning ou Sistema de Gestão Empresarial. Todas essas definições dizem respeito a um software corporativo que tem como foco a otimização de processos nas empresas por meio da integração de dados e informações em um único local.

O ERP é uma solução desenvolvida para facilitar e agilizar a manipulação de dados advindos de diferentes setores e departamentos de uma empresa. Ele possibilita a automação da coleta desses dados, reunindo-os em um só sistema e tornando a gestão muito mais centralizada e eficiente.

Quais as funcionalidades de um ERP?

Esse é o ponto-chave da solução. Como dito, ele é um sistema altamente versátil e adaptativo, de forma que suas funções podem ser aprimoradas e alinhadas às necessidades da empresa que o utiliza.

Em geral, os ERP’s trabalham com módulos integrados entre si, de modo que cada empresa pode operar com diferentes módulos para finalidades distintas. Porém, existem módulos bastante comuns atualmente, a exemplo:

  • CRM (Custom Relationship Management) — tem como principal função a otimização do relacionamento com o cliente. Por meio de registro de compras, solicitações e reclamações, a empresa pode ajustar suas atividades, buscando sempre aprimorar a satisfação do cliente.
  • Módulos operacionais — que são os que concentram as atividades administrativas, financeiras e comerciais do negócio. Esse módulo tem a função de organizar as informações, integrando e facilitando a gestão, seja ela contábil, fiscal e de RH.

Como imobiliárias podem se servir dessas funções?

Qualquer empresa de qualquer ramo pode se valer de um bom ERP para melhorar suas atividades. No caso das imobiliárias não é diferente.

Sabemos que esse tipo de negócio lida com um grande volume de informações, como dados de clientes, contratos, cobranças e uma infinidade de expedientes jurídicos relacionados à compra, venda e aluguel de imóveis, por exemplo. Sem contar a parte tributária envolvida nessas transações.

Sendo assim, na rotina de uma imobiliária, um sistema ERP pode intervir no controle de todas as atividades citadas, gerando vantagens como:

Melhoria na tomada de decisões

Com todos as informações importantes reunidas e acessíveis, a imobiliária tem muito mais controle sobre suas ações. Assim, a tomada de decisão se torna mais acertada, embasando-se em relatórios confiáveis emitidos pelo sistema, por exemplo.

Maior eficiência no atendimento ao cliente

Como mostramos, o CRM é um módulo bastante comum nos ERP’s. Esse recursos também podem ser utilizados por imobiliárias para melhorar o contato com o cliente.

Além de garantir maior organização no cadastro de clientes, é possível elaborar registros de reclamações, demandas e outros pontos que afetam o atendimento com o cliente. Assim, fica muito mais fácil e pontual melhorar o atendimento, pois se sabe quais são os hábitos do consumidor e quais as suas queixas.

Melhor controle financeiro

Ter todas as informações financeiras em um único sistema é, sem dúvida, uma grande melhoria nesse quesito.

Isso facilita o controle dos ativos, permite acompanhar os débitos em aberto, bem como os prazos de pagamentos de contas e tributos relacionados às operações, além de organizar toda a contabilidade da imobiliária.

Uso inteligente de dados

O fato do sistema ERP reunir informações, facilitar o acesso e manipulação delas, otimizando a gestão contábil, financeira e ainda servir de apoio para a tomada de decisões — como no caso de mudanças no atendimento ao cliente —, já é mais do que suficiente para provar que ele promove o uso inteligente de dados.

erp_samisistemas

Compartilhar

QUER RECEBER AS ÚLTIMAS NOVIDADES PARA O MERCADO IMOBILIÁRIO? INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here