Saiba quais erros mais comuns ao contratar seguro condominial

O seguro condomínio é obrigatório por lei, todos os tipos de condomínios devem fazer o seguro condominial no momento em que é liberada os documentos que liberam a moradia.

Ele serve para proteger dos riscos de incêndio, destruição parcial ou total.

Mas as apólices oferecem cobertura muito mais amplas do que é exigido em lei.

Responsabilidade civil do síndico, danos elétricos, vendavais, são alguns exemplos do que podem ser incluídos nas apólices.  

No momento do sinistro, o seguro deve ser acionado pelo síndico.

Nessa hora é preciso ficar atento e cuidar para não cometer alguns erros que podem provocar a perda do direito à indenização.

Hoje vamos trazer alguns erros que devem ser evitados na contratação do seguro condominial.

Vamos saber quais são?

Boa leitura!

Não oferecer informações completas

O responsável por informar os sinistros para a seguradora é o síndico, ele deve repassar todas as informações detalhadamente, todos os dados necessários, data, hora, as pessoas envolvidas.

Mentir ao informar o sinistro

Não se deve mentir ao informar o sinistro, as informações devem ser honestas e verídicas.

Não tente manipular a situação, inventando fatos que não existem para o acidente se enquadrar no contrato. 

Não informar os acidentes ocorridos dentro dos apartamentos

O seguro cobre todas as áreas do condomínio, se algum acidente ocorrer em uma área autônoma, é bem provável que a apólice cubra ele.

Podemos ter como exemplo um incêndio dentro de uma unidade, ou vendaval que quebre os vidros. 

Muitos síndicos acreditam que o seguro não cobre esses acidentes nas unidades autônomas, na lei o seguro cobre incêndio que tem origem nas áreas privativas.

Esse é um erro muito comum, por isso, fique atento.

Responsabilidade civil do condomínio ou do síndico

Na contratação do seguro, a maior parte dos condomínios inclui a cobertura da responsabilidade civil do condomínio ou do síndico.

Muito importante essa cobertura para o dia a dia do edifício, pois os danos podem ocorrer a qualquer tempo, ninguém está livre desses acontecimentos.

O síndico, muitas vezes, na hora do desespero, por alguma atitude que deveria ter ou não ter tomado, ele usa a verba do condomínio para sua defesa, esquecendo de acionar o seguro que cobre essa responsabilidade. 

Nem toda seguradora oferece assistência 24 horas

É obrigação do síndico verificar na contratação do seguro, se determinada seguradora oferece assistência 24 horas, algumas seguradoras disponibilizam esse recurso, mas não são todas.

Importante estar fixado no contrato, não adianta apenas supor que tem.

Pode optar por chaveiro 24 horas, bombeiro hidráulico, tudo pode ser incluído nessa assistência, mas ela tem que existir.  

Esses são alguns dos erros mais comuns cometidos na hora de usar o seguro. Agora que você já tem conhecimento, pode corrigir ou evitar para deixar ainda mais protegida as pessoas que precisam usá-lo.

Você ainda tem alguma dúvida sobre seguro condomínio? Deixe nos comentários, será um prazer orientá-los!    

QUER RECEBER AS ÚLTIMAS NOVIDADES PARA O MERCADO IMOBILIÁRIO? INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER