Desvalorização de imóveis: entenda os motivos

É comum que os proprietários de imóveis não entendam como sua propriedade possa valer menos do que eles imaginavam. Além de existir o apego emocional, o pouco conhecimento a respeito do mercado imobiliário pode fazer com que eles não enxerguem os motivos reais da desvalorização de imóveis.

Um imóvel desvalorizado, mesmo que esteja com um preço condizente às suas condições, pode ficar parado por muito tempo, já que ninguém quer se mudar para uma casa ou apartamento cheio de problemas. Essa situação é ainda pior quando o proprietário bate o pé e exige que o imóvel fique disponível pelo valor que ele acha que o imóvel merece. É nessa hora que os profissionais da imobiliária devem utilizar seu conhecimento para argumentar com seus clientes e mostrar quais os fatores influenciam nessa valorização.

Quer saber o que pode fazer toda a diferença na precificação de um imóvel? Confira agora!

Pintura desgastada

Um dos fatores que mais contribuem para a desvalorização do imóvel e influenciam muito no número de interessados pela propriedade é a pintura desgastada.

Furos na parede, tinta descascada, sujeiras de móveis ou marcas de mofo podem causar péssimas impressões naqueles que buscam um imóvel para morar.

Para reverter isso, oriente que as pinturas sejam renovadas e que furos de pregos ou parafusos sejam removidos.

Se a propriedade em questão é uma casa, também é aconselhável refazer a pintura da fachada. Essa atitude não exige investimentos muito altos, faz toda a diferença na avaliação do imóvel e passa a impressão de limpeza e cuidado.

Decoração antiga

Ainda que o imóvel não vá ser disponibilizado com itens mobiliários e de decoração, apresentar uma decoração antiga nas fotos de divulgação pode afugentar diversos interessados.

Móveis desgastados e itens que fizeram sucesso há muitos anos podem passar a imagem de proprietário desleixado e sem cuidados com a propriedade.

É possível evitar esse tipo de situação com medidas bastante simples. Se o seu cliente vai vender ou locar o imóvel sem os móveis, ele deve desocupar a propriedade antes de registrar as imagens para divulgação.

Se a ideia dele for oferecer a propriedade mobiliada, a instrução é para trocar os móveis ou fazer as reformas que forem possíveis para passar uma boa impressão. Um imóvel mobiliado custa mais e, se ele for moderno e funcional, é ainda melhor.

Falta de manutenção

Para que um imóvel não sofra desvalorização, é imprescindível que ele tenha passado por manutenções e cuidados constantes.

Torneiras com vazamento, além de implicarem gastos extras com a conta de água, deixam o ambiente com péssima aparência. A pia da cozinha, por exemplo, nunca estará seca e isso pode ser bastante desanimador.

Maçanetas soltas também indicam falta de cuidado com o imóvel. É importante ficar atento à parte hidráulica e elétrica. Fios desencapados podem mostrar que o proprietário não planejou a construção com cuidado e ainda pode colocar os moradores em risco.

Não é necessário gastar muito para melhorar essas características do imóvel. Uma ideia válida é parafusar as maçanetas ou trocá-las, se for necessário.

Outra ideia é chamar um eletricista de confiança para fazer um diagnóstico na parte elétrica da casa e agilizar o término desses reparos.

Garagem descoberta

Hoje em dia, aumenta a cada ano o número de famílias que tem, pelo menos, um carro. Por isso, uma característica capaz de fazer um interessado desistir de um imóvel é a vaga de garagem descoberta.

Assim como o imóvel, o carro também é um bem valioso e que deve ser preservado. Dessa forma, os proprietários dos automóveis querem protegê-los do sol e da chuva, os quais podem ser extremamente danosos à pintura.

Providenciar uma simples obra de cobertura de garagem em uma casa pode aumentar o número de pessoas interessadas por ela. Consequentemente, é possível manter um preço mais alto de locação ou venda e as possibilidades de negociação para o seu cliente aumentam.

Deterioração aparente

Pequenos defeitos em um imóvel podem desanimar bastante uma pessoa que busca uma nova casa. Vidros rachados, azulejos faltantes, armários com portas quebradas e lascas no piso dão uma péssima impressão, já que ninguém quer se mudar para um local feio e mal cuidado.

Antes de disponibilizar um imóvel para a venda ou locação, portanto, é importante que o proprietário se certifique de que essas pequenas características negativas não existam mais.

Todos esses itens deteriorados implicam gastos para o inquilino ou para o novo proprietário do imóvel, e ninguém quer adquirir um bem pensando em precisar disponibilizar ainda mais dinheiro para mantê-lo habitável.

Gastar com essas pequenas reformas podem fazer toda a diferença no valor do aluguel ou ajudar no lucro após a revenda da propriedade.

Ausência de itens básicos

Pode ter certeza: ninguém quer se mudar para um imóvel que não possui pia na cozinha, louça no banheiro ou box instalado.

Para que um imóvel seja valorizado, é importante que ele tenha itens básicos para a sobrevivência dos moradores, como vaso sanitário, pia, descarga, entre outros detalhes.

Um imóvel “cru” aumenta o poder de barganha do interessado, fazendo com que o proprietário precise ceder no preço. Por isso, investir nessa parte final da construção é determinante para um bom negócio.

A transação imobiliária já pode ser bastante burocrática e cansativa, portanto, é primordial que seu cliente disponibilize um imóvel pronto para morar.

Reverter é possível

Gestores de imobiliárias e corretores de imóveis podem ajudar os proprietários a evitar a desvalorização do imóvel e convencê-los de que investir em melhorias é a melhor escolha para um bom negócio.

É importante orientar os clientes a respeito dos valores praticados no mercado imobiliário e sobre a importância de todos os itens listados acima no preço final da propriedade, já que eles aumentam o número de interessados e deixam a propriedade mais atrativa.

Demonstrar confiança e segurança na hora de argumentar com os proprietários pode ajudá-los com uma valorização mais positiva e com a rapidez da negociação do imóvel, o que é benéfico para todas as partes envolvidas na transação.

Agora que você já sabe sobre os principais fatores que interferem na desvalorização de imóveis, aproveite para saber mais sobre esse e outros assuntos do mercado imobiliário. Siga-nos nas redes sociais! Estamos no Facebook e no Instagram com conteúdos exclusivos!

 

 

Compartilhar

QUER RECEBER AS ÚLTIMAS NOVIDADES PARA O MERCADO IMOBILIÁRIO? INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here