Como agir em tempos de crise – Parte II

Seguindo nossos conteúdos a respeito de como sobreviver em tempos de crise, especialmente as completamente inesperadas, como esta do COVID- 19, que pegou todos de surpresa, ou não pegou você?

Diversos filmes, inclusive no NETFLIX, a muito tempo falam em pandemias, em guerras biológicas e em momentos que a humanidade deveria ficar recolhida, em refúgios, ou em casa. Vimos isto a vida inteira, e nunca creditamos, pensamos ser somente “coisa de filme”.

Como se não soubéssemos que isto um dia aconteceria, acreditando que
seria em um dia que não estivéssemos por aqui, não nos preparamos, e
agora?

Como agir em tempos de crise?

Como estamos em abrigos, não nucleares, mas em nossas casas, e talvez por um bom tempo, intermitentemente a partir de agora, por uns 2 anos, precisamos realmente pensar numa nova cultura, num novo modelo de negócio e até mesmo se o meu negócio sobreviverá nestes novos tempos.

Dentro do mercado imobiliário, como as pessoas efetivamente precisam morar, conviver em condomínios, assim como se alimentar, e comprar remédios, estamos, a muito grosso modo, dentro de uma prestação de serviço “essencial”. Mas como prestar este serviço? Como as administradoras de locações e condomínios devem agir neste momento?

Seja de fato digital

Como falamos no conteúdo anterior, eleja prioridades, fique atento as finanças (certamente impactadas pela situação), cuide dos desperdícios, fique atento a novas oportunidades e, principalmente, use a tecnologia. Sobre este ponto é que vamos evoluir neste conteúdo!

Além de oferecermos aos nossos clientes, PROPRIETÁRIOS, LOCATÁRIOS, SÍNDICOS E CONDÔMINOS, a melhor entrega de aplicativos online, com emissão de segundas vias, extratos, assembleias virtuais, controles de acesso, portaria, e diversos outros serviços que permitam o cliente se sentir em casa, mesmo que digitalmente e a distância, seja ela qual for, precisamos a partir de agora pensar diferente sobre o que é ser digital.

Alugar online, o síndico aprovar contas em tempo real, ou qualquer outro destes serviços que, inclusive a SAMI SISTEMAS disponibiliza, por si só, não são exatamente, na plenitude, ser digital.

Ser digital não é exatamente estar na web

As pessoas confundem estar na web com ser digital, o que precisa necessariamente estar na web são aqueles serviços que entregamos aos clientes, não necessariamente nosso administrativo, que pode estar simplesmente na internet. São coisas diferentes. De qualquer maneira, as plataformas da SAMI, na parte de gestão, mesmo se tratando de um
grande ERP, estarão todas completamente na WEB até o final do ano. Diversos módulos já estão, e os demais em plena conclusão.

Para o cliente final, hoje, a SAMI SISTEMAS já possui uma das maiores e melhores soluções em aplicativos, serviços e áreas online, além de muitos módulos administrativos já na WEB.

Mas vamos lá, temos meios de trabalharmos de casa com um sistema na internet sem ser na web exatamente, o que não podemos é não entregar ao nosso cliente final, que interessa a todos, soluções que não resolvam completamente a necessidade de usar os seus serviços sem sair de casa.

Pense nisto: Você tem um sistema de gestão na web? Ok! O que ele entrega de fato ao seu cliente final? Estar bonito para você hoje não resolve, e sim para quem paga suas contas. Então antes de avaliar, de comprar ou de reconsiderar sua solução tecnológica, pense principalmente no que ela entrega a quem interessa.

Ser digital não é só o que entregamos aos clientes

Evoluindo nestes pensamentos, me parece importante enfatizar que, dentro de um conceito digital, não podemos apenas pensar em entregar aplicativos e soluções aos nossos clientes, especialmente se nossa estrutura continua inchada e desorganizada.

Soluções como robotização da cobrança com FINTECHS, fazendo sozinhas processos de emissão, registro e baixas completamente automáticos, sem qualquer interferência humana ou envio e retorno de arquivos, uso do marketing digital, plataformas completas e ERPs que integram os diversos departamentos, sem trabalhos dobrados de lançamentos ou conferências, fazem hoje em dia toda a diferença.

Seguros digitais, novas fontes de renda para seu negócio que advêm do e-commerce, ou marketplace que sua administradora pode virar, hoje são uma realidade para você.
Se não é, nós da SAMI SISTEMAS não só temos todas estas soluções, como trabalhamos com parceiros como ZOOP (grupo Movile, Itaú, Ifood), PORTO SEGURO, e outros desta magnitude, chancelando nosso posicionamento no mercado.

Ser digital é consciência

Ser digital não é somente ter soluções digitais, sejam quais forem, e sim entendermos que vivemos num mundo que já estava em plena mudança para a digitalização, com tendências em grandes plataformas digitais, e quebrando diariamente paradigmas e mercados, trazendo concorrentes cruzados, ou seja, de outros mercados que não exatamente os nossos conhecidos e tradicionais “inimigos”.

Quem imaginaria que empresas de software se transformariam em bancos? Quem imaginaria que táxis seriam ameaçados?

Faça uma grande reflexão sobre isto. Você tem consciência digital? Você eventualmente pensa de onde pode vir seu próximo concorrente, sem ser a administradora da sua esquina? E não estou falando em QUINTO ANDAR, ou plataformas que já conhecemos, procure mais, que você encontrará, ou será encontrado, despreparado, como na pandemia atual.

As ameaças estão por todos os lados. Bem-vindo a era digital!

O mundo pós COVID-19, digital como única opção

Não tenho dúvida de que, dentro de uma tendência que já existia, estamos caminhando a passos largos para um mundo completamente diferente do que vivemos hoje, costumes, paradigmas, hábitos sendo mudados, não somente pela imposição da grande indústria das
plataformas digitais, como pelo reflexo delas dentro da nossa sociedade.

Mobilidade, trabalho em casa, compras pela internet, irão moldando novos cidadãos que talvez não se interessem tanto por coisas tão presenciais como hotéis, restaurantes, serão seletivos em viagens, não fazendo ou praticando aquele turismo de consumo, parques temáticos e estas coisas, e sim viagens mais culturais e específicas.

Talvez a aviação volte aos tempos antigos, de glamour, acabando de vez com a aviação popular e barata, fazendo ainda mais o digital e o virtual terem um significado grande na vida das pessoas.

Diante disto tudo, onde você encontrou ou manterá seu espaço? Onde acha que o perdeu?
O que está fazendo para sair desta pandemia melhor, vislumbrando novas oportunidades? De fato faça este exercício, vale a pena.

O digital será a única opção do futuro, tudo, todos, serviços, produtos, transações, relacionamentos, passarão ou já passam por plataformas digitais. Não existe o mundo pós COVID-19 sem o digital, agora sim, como nunca, um caminho sem volta.

Digitalize-se, reinvente-se ou o mercado não verá mais você, para todo o sempre. A verdadeira ERA DIGITAL começa com esta pandemia, esta virada de era será marcada com certeza, por este evento trágico da humanidade, conceitos de governo, de mundo, mudarão a partir de agora.

Prepare-se. Um novo e diferente planeta vem por ai! Nos próximos conteúdos falaremos sobre Trabalho HOME OFFICE, sobre TECNOLOGIAS E SOLUÇÕES que inclusive a SAMI SISTEMAS já utiliza, fique atento e nos acompanhe.

Compartilhar

QUER RECEBER AS ÚLTIMAS NOVIDADES PARA O MERCADO IMOBILIÁRIO? INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER