Porque a Sami não está nas redes sociais e o novo normal digital

Pandemia do novo coronavírus e superficialidade

Com o advento da pandemia do novo coronavírus, começamos a refletir sobre a superficialidade e a pouca relevância dos conteúdos postados, polarizando opiniões, ou simplesmente mostrando o lado bonito e divertido de vidas que, todos sabemos, não são em todos os momentos o glamour normalmente apresentado. Pensamos: Ué, o que estamos fazendo dentro deste cenário, compartilhando conteúdos ricos e focados em gestão, no meio de tanta cultura do nada, ódio ou extremismos de opinião.

Cenário contrário a ações de venda em redes sociais

Ao mesmo tempo, entendendo que nossos clientes estavam e estão em um momento difícil, em que pagar as contas, manter os serviços ativos, enquanto em grande parte do tempo suas administradoras e imobiliárias estão fechadas, ou estavam, se tornou uma questão de sobrevivência, não nos sentimos a vontade para seguir com investimentos em tempo do time do marketing para imagens e tudo o mais que exige a manutenção destas ações em redes sociais.

Foco no cliente e na transformação digital

Cortamos também os investimentos em campanhas em redes sociais e Google ADS. Tais valores estão revertidos para o nosso foco somente no cliente, na conscientização da transformação digital, agora forçada, que vivemos e não teremos mais volta. Nos concentramos em webinars de treinamento das nossas plataformas e soluções digitais à locadores, locatários, condôminos e síndicos, muitas vezes pouco utilizadas ou negligenciadas pelos clientes, e agora tão necessárias, e porque não, essenciais.

Concentramos nossas energias em seguir em frente com o nosso cliente, única e exclusivamente ao lado dele neste momento tão difícil. Nossos canais, como e-mail marketing, conteúdos ricos de blog, e todas as nossas plataformas de marketing, estão voltadas para esta única e especial finalidade.

Não a guerra dos leads

Nos sentimos a vontade com esta decisão, estamos leves e felizes, despreocupados com a guerra dos leads, com a briga por novos clientes, e focados nesta nova guerra contra um inimigo invisível que abala a todos nós, tentando levar ao máximo para dentro das casas de locatários, proprietários, condôminos e síndicos, tecnologias que permitam que as pessoas lá fiquem em segurança, e resolvam suas questões e necessidades com as administradoras e imobiliárias nossas parceiras, pelo caminho do digital, uma estrada sem volta.

Nada será como antes

Estamos conscientes de que muitas coisas não voltarão a ser como antes, que estamos antecipando tendências nesta crise e nesta quarentena, como no trabalho home office, na troca do controle pela confiança e monitoramento, na solidariedade profissional, na horizontalização das estruturas, que estão vindo para ficar, ou para representarem uma grande parte das novas práticas em organizações.

Procuramos de fato, na Sami, transformar ameaças em oportunidades, encontrar nestes momentos de ansiedade, isolamento e reflexão, caminhos para sairmos todos desta crise mais fortes, como pessoas, como profissionais e especialmente como lideres, colegas e amigos. O mundo mudará conceitos, acredito que muitas coisas antes não tão valorizadas tomarão uma proporção diferente na volta da vida ao novo normal.

Então, como não temos bola de cristal, mas muitas coisas são fáceis de perceber, acredito que possamos sim, fazer a lição de casa e interpretarmos o que será nosso novo mundo lá na frente. Neste sentido, e com este objetivo, estamos orientados, obcecados, quase paranoicos em fazer com que a entrega digital em nossos clientes seja plena, definitiva, consolidada para este momento, e para um futuro que, apesar de desconhecido e quase assustador, nos trás uma certeza: Não viveremos mais como antes, nem sem a grande transformação digital que agora acontece de vez.

Compartilhar

QUER RECEBER AS ÚLTIMAS NOVIDADES PARA O MERCADO IMOBILIÁRIO? INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER