Conheça as melhores estratégias para combater a inadimplência!

Se tem uma coisa que preocupa muito as Administradoras de imóveis, é a inadimplência. Este fantasma que assombra as empresas é sempre um dos pontos de maior preocupação para a saúde financeira do negócio. Todo um planejamento estratégico pode vir a ter que ser deixado de lado, caso haja aumento na quantidade de devedores. Compromissos contratuais e a credibilidade dos proprietários no serviço ofertado pelas imobiliárias podem ser abalados diante do aumento dos atrasos dos repasses dos alugueis.

Infelizmente, por maiores os esforços das Administradoras em tentar reter os clientes, concedendo descontos ou não aplicando o reajuste anual, o número da inadimplência vem aumentando em função da crise econômica que estamos vivenciando no país, agravada, principalmente, em função da pandemia.

 Projeto de Lei n° 827/20

A alternativa das Administradoras em casos de atrasos superiores a três meses, acabava resultando, muitas vezes, em ações de despejo. Porém, desde o dia 18/05/2021, entrou em vigor um Projeto de Lei n° 827/20 que valerá até o final do ano de 2021, suspendendo os efeitos de qualquer ato ou decisão de despejo, desocupação ou remoção forçada coletiva de imóvel privado ou público, urbano ou rural, seja os de moradia ou para produção. (Fonte: Agência Câmara de Notícias).

Diante de projetos como este, cabe aos gestores do mercado imobiliário buscarem desenvolver novas alternativas para controlar e até mesmo, reduzir o número de contratos inadimplentes.

Pensando nisso, trouxemos neste post algumas sugestões oferecidas por um software de gestão, como o SAMI, que podem ser adotadas na sua imobiliária, para ajudar a minimizar os impactos que uma inadimplência pode causar na sua empresa. Confira!

Régua de cobrança: lembretes de vencimento

Sabemos que na correria do dia a dia, muitas vezes, acabamos nos esquecendo dos vencimentos de alguns boletos. Para evitar estes pequenos atrasos uma boa estratégia é a utilização de uma ferramenta chamada “régua de cobrança”.

A régua de cobrança trata-se de uma regra estabelecida pela empresa para cobrar os inquilinos de forma sistemática, através de disparos automáticos de lembretes, antes do vencimento dos boletos.

Com a adoção desta ferramenta de cobrança, a Administradora pode programar os envios dos boletos por email, nas datas desejadas, mantendo uma comunicação eficiente para tentar manter o fluxo de caixa sob controle.

Disparo de Cartas automática

Uma tarefa maçante, mas necessária a cada mês, são as emissões de cartas de cobrança para inquilinos, fiadores e proprietários.  Porém, esta atividade requer muito tempo e esforço do setor de cobrança de uma imobiliária, que por vezes, acabam não resultando satisfatoriamente.

Na busca de técnicas para garantir a adimplência dos contratos e reduzir tarefas manuais, uma das alternativas que o SAMI oferece para sua Administradora é a automatização deste processo. Com o auxílio de inteligência, o sistema dispara as cartas de cobrança por email para os inquilinos, nas datas programadas após o vencimento dos boletos e com textos personalizados e diferenciados, de acordo com a quantidade de dias de atraso.

Utilizando a comunicação através das cartas, pode ser encaminhado um aviso simples, sobre a não identificação do pagamento mensal, como até mesmo oferecimentos de acordos para quitar o débito.

Todo este processo de comunicação fica registrado no CRM de controle de contatos do sistema. Desta forma, a imobiliária tem relatório gerencial à disposição para controlar toda tratativa com o cliente sobre a renegociação da dívida.

Acordos das dívidas

Ninguém fica devendo por quer, mas sim, porque não encontrou recursos financeiros para honrar com todas as contas do período. Mesmo o inquilino tendo a melhor das intenções em vir a quitar os aluguéis em atraso, por outro lado as Administradoras também precisam continuar recebendo para manter seu fluxo de caixa.

Neste momento é que um acordo entre ambas as partes se faz presente.  Com o auxílio deste recurso do sistema é possível recalcular a dívida facilmente, adicionar taxas de honorários advocatício, negociar valores de entrada e parcelar a dívida conforme renegociação com o locatário.

Gostou das dicas? Estas ferramentas e muitos outros recursos estão disponíveis no SAMI. Entre em contato para conhecer nossas soluções para te auxiliar a reduzir a inadimplência da sua imobiliária.

QUER RECEBER AS ÚLTIMAS NOVIDADES PARA O MERCADO IMOBILIÁRIO? INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER