Como fazer vistoria de imóvel para alugar?

Como fazer vistoria de imóvel para alugar
Como fazer vistoria de imóvel para alugar

A vistoria de imóvel é um procedimento bastante comum e, ao mesmo tempo, indispensável nos aluguéis. Ela deve ser realizada tanto na entrega das chaves ao inquilino como na devolução do bem.

No post de hoje, vamos apresentar algumas dicas e orientações importantes para que você aprenda a fazer esse processo corretamente. Confira!

1. Verifique as dimensões do imóvel

Para evitar problemas futuros, é necessário atentar para todos os detalhes. Confira minuciosamente as medidas apresentadas pelo proprietário, com atenção também para os pisos, rodapés e contrapisos.

Caso seja detectada qualquer discrepância, o inquilino deve ser informado. Se a diferença exceder a casa dos 5%, é possível exigir o abatimento do valor ou, até mesmo, rescindir o contrato.

2. Fique atento a vazamentos e infiltrações

Normalmente, quando um imóvel é desocupado, uma nova pintura é providenciada antes que a propriedade seja novamente alugada. Ainda assim, é preciso ter cuidado redobrado com a pintura na vistoria de imóvel.

Além de verificar a incidência de mofo e paredes manchadas, que podem ser indícios de problemas na rede hidráulica ou infiltrações provocadas pela chuva, é bom registrar as cores e tipos de tintas utilizadas nas paredes portas e janelas.

Vale destacar que qualquer problema que passe despercebido no momento da vistoria para a entrega de chaves pode ser objeto de cobrança ao inquilino na desocupação. Assim, todo cuidado é pouco para evitar dores de cabeça.

3. Faça testes nos itens de utilização frequente

Todos os itens que são utilizados com frequência devem ter seu estado de conservação verificado, já que podem sofrer desgaste e apresentar mau funcionamento.

Itens como torneiras, válvulas sanitárias e pias, entre outros, devem ser testados, com o devido registro de qualquer anormalidade encontrada.

4. Não se esqueça da mobília

Se o imóvel possuir móveis ou eletrodomésticos, é imprescindível verificar as condições de cada um deles, com atenção à parte para as dobradiças e puxadores de armários e estantes. Vale a pena, inclusive, anotar o fabricante de cada objeto.

5. Registre formalmente a vistoria de imóvel

De nada adianta fazer uma vistoria atenta e cuidadosa se as informações levantadas não forem registradas corretamente. O laudo da vistoria deve ser preciso, descrevendo as condições de cada item analisado em seus mínimos detalhes.

Tão ou mais importante quanto as informações por escrito é o registro fotográfico. Não deixe de fotografar cada detalhe que fuja ao padrão, nas partes interna e externa do imóvel.

Além de ser direito do inquilino, é importante também que ele verifique e dê sua anuência às informações prestadas no laudo da vistoria de imóvel.

O documento, acompanhado do contrato de locação, tem valor legal, e deve ser utilizado no momento da devolução para certificar que o imóvel será entregue nas mesmas condições em que foi alugado.

Entre as várias etapas que precedem a assinatura do contrato de locação de imóvel, a vistoria é, certamente, uma das mais importantes. Afinal, o laudo servirá como instrumento de garantia, tanto para o proprietário como para o inquilino, devendo ser confeccionado com a máxima atenção para evitar transtornos ao cliente.

E então, conseguimos ajudá-lo? Queremos saber a sua opinião sobre a vistoria de imóvel. Deixe suas impressões sobre o assunto nos comentários!

 

Compartilhar

QUER RECEBER AS ÚLTIMAS NOVIDADES PARA O MERCADO IMOBILIÁRIO? INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here