Pensando na hotelaria de forma estratégica: tendências de viagens entre cada geração de hóspedes

Como você bem sabe, atrair novos hóspedes está longe de ser uma tarefa fácil. E mesmo que você já tenha feito o possível para alavancar a procura pelo estabelecimento (como, por exemplo, refinar a qualidade do atendimento, dar aquele plus no café da manhã, criar perfis nas redes sociais com o fim de aumentar o engajamento, desenvolver um site para o hotel e aprimorar a higiene dos quartos), talvez esteja faltando o principal: direcionar sua divulgação à pessoa certa. Para isso, mais do que conhecer bem o seu empreendimento, você deverá conhecer as tendências de viagens entre cada geração de hóspedes.

Eis que foi com esteio numa pesquisa americana realizada pelo Grupo Expedia (disponível aqui) que nossa equipe sintetizou algumas excelentes e mui proveitosas informações das quais você provavelmente não conhecia, mas que de há muito já deveria: como pensa cada geração de hóspede na hora de escolher uma viagem.

Com essa pesquisa se descobriu, por exemplo, que:

  • 27% dos Millennials (viajantes nascidos entre 1977 e 1995) publicaram uma potencial viagem nas mídias sociais para receber opiniões antes de efetuar a reserva;
  • 36% dos viajantes Geração Z (nascidos a partir de 1996) escolheram seu destino com base em postagens vistas nas redes sociais; e que
  • 1/3 dessa mesma Geração Z seleciona hotéis que disponibilizem Wi-fi de forma gratuita porque consideram-no uma necessidade absoluta. 

A amostragem foi realizada com mais de 1.200 viajantes, cujos grupos foram divididos da seguinte forma:

  • Baby Boomers (nascidos entre 1946 e 1964)
  • Geração X (nascidos entre 1965 e 1976)
  • Millennials (nascidos entre 1977 e 1995)
  • Geração Z (nascidos a partir de 1996)

Com esta matéria você compreenderá como cada geração planeja viajar, suas prioridades na hora de escolher o destino, os meios utilizados para efetuarem as reservas e a experiência que buscam com a viagem. Após a leitura, caro leitor, atrair o cliente certo para seu empreendimento dependerá apenas de você.

Consumidores de experiência, o que eles querem é aproveitar a vida

Cada vez mais os viajantes estão desviando seus olhares dos bens materiais e voltando-os para as experiências: de acordo com os resultados da pesquisa, 74% deles mostraram-se de acordo com essa preferência.

Ainda, 57% dos participantes disseram estar economizando para uma viagem, e tal percentual se eleva quando falamos dos Millennials, dentre os quais 75% afirmaram estar guardando dinheiro para viajar.

E por falar nos Millennials, tais viajantes, assim como os da Geração X, têm preferência por atividades relaxantes durante suas viagens, como praias e SPA’s, por exemplo.

Por outro lado, enquanto os Baby Boomers são mais propensos a optar por experiências mais tradicionais (eles não abrem mão de conhecer os pontos turísticos!), os viajantes da Geração Z tendem a buscar experiências de aventura acima de tudo, como fazer atividades radicais, explorar uma região pouco conhecida ou mesmo provar algo novo.  Mas que ninguém se engane: embora 72% dos Z afirmem gostar de assumir riscos, 60% deles demonstram interesse ​​em viagens que ofereçam sonecas na praia e um dia todo para relaxar.

Dinheiro não é problema!

Quando o assunto é orçamento, é interessante observar que (i) viajantes com baixo orçamento priorizam passar tempo com amigos e familiares; (ii) viajantes com orçamento médio preferem visitar pontos turísticos e realizar atividades turísticas; (iii) viajantes com orçamento alto preferem realizar atividades relaxantes durante as viagens.

Abaixo, eis algumas pistas de como esses compradores de momentos planejam suas viagens:

Baby boomers: Os Boomers fazem as viagens mais longas (10,5 dias em média), e apenas 54% deles disseram que o orçamento foi um fator primordial em sua última viagem.

Geração x: Mais de 60% deles afirmaram que o orçamento foi um fator primordial em sua última viagem, mas mais do que outras gerações, eles priorizaram ofertas especiais ou promoções como considerações importantes ao escolher a viagem. Embora menos interessados ​​do que as gerações mais jovens em uma experiência única, os viajantes da Geração X preferem atividades ao ar livre.

Millennials: A geração do milênio, apesar de realizar passeios mais curtos, viaja com mais frequência do que outras gerações (em torno de quatro ou mais viagens por ano). E, embora quase 90% deles afirmem buscar as melhores ofertas, essa geração tem uma ampla gama de interesses, concentrando-se em explorar atividades ao ar livre, experiências culturais, viagens em família e até mesmo escapadelas românticas.

Os Millennials são mais propensos a optar por locais fora do tradicional, bem como por resorts e cruzeiros com tudo incluso, e metade deles planejam suas viagens levando em conta bebidas e alimentação.

Necessário lembrar que apenas 23% deles tinham um destino em mente ao decidir fazer uma viagem, e quase 80% asseguraram que o conteúdo informativo dos destinos pode influenciar sua decisão. Ainda, 37% deles relataram que são influenciados por blogs ou artigos sobre destinos de viagem, e mais de 70% afirmaram conversar com pessoas que visitaram determinado local antes de decidir conhecê-lo.

Geração z: Os moços e moças da Geração Z adoram voar – preferem viagens aéreas sempre que seu orçamento permitir evitar as vias térreas. Uma fatia de 80% desses integrantes disse não ter um destino em mente ao decidir realizar uma viagem. O mesmo percentual também afirmou ser o orçamento um fator primordial para se programar para um passeio.

Eles são pós-modernistas. Foco nas redes sociais

Conforme levantamento da pesquisa, as gerações mais novas são as mais influenciadas pelas mídias sociais, de modo que usam as redes como uma importante fonte de inspiração para escolher seus destinos. A pesquisa identificou também que, na hora de escolher um hotel, as avaliações online são um fator decisivo na escolha do estabelecimento para todas as gerações de viajantes.

No entanto, apesar de darem muita atenção aos comentários referentes à qualidade dos hotéis, para os viajantes mais novos o principal fator na decisão de onde se hospedar é o Wi-Fi: 1/3 dos viajantes da geração Z escolhem o hotel de acordo com o oferecimento de internet gratuita.

Abaixo, vejamos algumas características de cada uma das gerações de viajante, no que diz respeito às mídias sociais:

Baby boomers: Referente à influência da publicidade no processo de tomada de decisão, os Baby Boomers valorizam muito o conteúdo informativo da propaganda e são menos propensos do que outras gerações a serem influenciados pelas ofertas nos anúncios.

Geração x: Destes, 85% afirmaram ler comentários de lugares que eles desejavam visitar antes de tomar uma decisão. Esta é uma geração que confia muito em agentes de viagens, sites de turismo e mecanismos de busca.

Millennials: Quase 1/3 da geração do milênio afirmou ter publicado nas redes sociais suas ideias de viagem para receber dicas e opiniões de seus conhecidos, e 37% dessa geração confessaram ser influenciados por blogs ou artigos sobre destinos de viagem. Somente metade deles disseram ter consultado algum agente de viagem para efetuar sua última reserva.

Geração z: Quando se trata de inspiração para viagens, é esta a geração mais influenciada por imagens postadas por seus amigos nas mídias sociais (os Boomers são mais influenciados por especialistas). Aqui, destaca-se que 36% desses viajantes afirmaram ter escolhido um destino especificamente porque viram algum post sobre o local nas redes sociais.

Também é a Geração Z a que mais utiliza seu smartphone quando está à procura de inspiração de viagem – 63% deles confirmaram essa preferência.

Hotel conveniado com agências de viagens on-line sai na vantagem.

Outra semelhança entre todos os viajantes que foi identificada pelo Grupo Expedia, independentemente da geração, é a preferência por realizar a pesquisa e a reserva dos serviços relacionados à viagem num só canal ou plataforma. Aqui, nota-se o quão útil pode ser para o hotel ou pousada negociar bons convênios com agências de viagens online.

Para que não restem dúvidas acerca disso: 80% dos participantes mostraram-se a favor dessa afirmativa, índice este que sobe para 87% quando se trata da Geração Z. A propósito, metade destes viajantes, assim como metade dos Millennials, disseram já ter visitado sites de agências online para efetuar, numa só vez, as reservas de transporte e hospedagem.

Aqui, é válido referir que o sistema de hotelaria Sami Hoteleiro facilita também nesse sentido por disponibilizar a integração com portais de reserva, como Booking e Trivago, por exemplo.

Aperte os cintos, pois agora você vai decolar!

Compartilhe este post com sua equipe e utilize as referências acima para melhor destinar os recursos do marketing às diferentes gerações de viajantes. Apropriando-se dessas estatísticas e usando um sistema de hotelaria que comporte a integração com diversos canais de busca, basta usar sua criatividade para alçar voos mais altos em direção ao sucesso!

Compartilhar

QUER RECEBER AS ÚLTIMAS NOVIDADES PARA O MERCADO IMOBILIÁRIO? INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here