Você sabe como é feita a prestação de contas em um condomínio?

No post de hoje vamos falar um pouco sobre um assunto bem importante, que é a prestação de contas do condomínio.

De acordo com a Lei, a prestação de contas deve ser feita uma vez ao ano, em assembléia, pelo síndico, ou sempre que for exigida.

Os dados financeiros do condomínio precisam ficar disponíveis para todos os moradores, mostrando transparência na prestação das contas. 

Quem deve fazer a prestação de contas do condomínio? 

Bom, já vimos que a prestação de contas é obrigatória, mas quem é o responsável por essa tarefa?

Segundo o Artigo 1.348 do Código Civil: 

Compete ao síndico:

VIII – prestar contas à assembléia, anualmente e quando exigidas;

Portanto, o síndico deve saber como fazer a prestação de contas, normalmente um síndico não trabalha sozinho na gestão do condomínio, pois ele não possui todas as ferramentas necessárias para ter o controle financeiro de um condomínio, ele conta com o suporte de uma administradora.

Quais documentos que devem ser apresentados na prestação de contas do condomínio?

São diversos documentos necessários para a prestação de contas, entre eles: 

  • Certidões negativas do INSS, FGTS e Receita Federal, do condomínio, da administradora e das empresas terceirizadas;
  • AVCB e as cópias das NRs 5, 7 e 9, além do certificado de brigada de incêndio, pára-raios, RIA dos elevadores, seguro do prédio e dos funcionários.
  • Atestados de dedetização, as lavagens da caixa d´agua, análise da potabilidade da água;

Além destes documentos, tem mais alguns que compõem a prestação de contas:

  • Demonstrativo de despesas;
  • Balanço contábil: deve ser de fácil entendimento, subdividido em três contas: pessoal, fixas e variáveis.
  • Documentos que comprovem as despesas e as receitas: esse se divide em duas: dos condôminos adimplentes e inadimplentes.

Dentro da divisão do balanço contábil, os valores são subdivididos em:

  • Pessoal: inclui os salários, férias, cesta básica, etc.
  • Fixas: água, luz, telefone, taxas, contratos de manutenção de elevadores, etc.
  • Variáveis: extintores, recarga, limpezas, etc.

Benefícios de uma prestação de contas eficiente e transparente

Os gestores de um condomínio devem inspirar confiança, afinal eles estão gerindo algo público.

Quando a transparência das ações é prezada, a administração ganha credibilidade, tornando a gestão mais fácil, pois a prestação de contas de um condomínio não é uma tarefa fácil e além disso, é uma obrigatoriedade. 

Facilidades da prestação de contas digital 

Para tornar essa tarefa mais prática e menos burocrática, você precisa deixar a tecnologia te ajudar, contratando um bom sistema de gestão.

No modelo tradicional de prestação de contas, é feito tudo manual, folhas e mais folhas de papel devem ser arquivadas, imagina ter que juntar tudo isso durante o um ano inteiro, em local seguro? É bem trabalhoso!

Mas, com um bom software de gestão, não é necessário mais papel e caneta, e as informações podem ficar disponíveis o ano todo, para os condôminos.

Basta pensar o seguinte, cada despesa é registrada e processada, pronto! Não é mais necessário processá-la, o próprio sistema vai atualizando esses valores. 

Caso você precise, em qualquer momento acessar os registros, basta logar no sistema e consultar, pelo computador, tablet ou celular.

Gostou desse conteúdo? Assine nosso blog e receba nossos conteúdos.

QUER RECEBER AS ÚLTIMAS NOVIDADES PARA O MERCADO IMOBILIÁRIO? INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER